humor absurdo / comedia fisica

m/6 ’50 minutos

 

La Melodonna é uma espetáculo de clown que de uma forma poética, divertida e absurda nos fala sobre a morte e os rituais de despedida.

Dona Melódica Melancólica é uma carpideira de profissão que vem para fazer a passagem entre este mundo e o além. No entanto, distraída pelo que vai acontecendo, ela acaba por gerar boas risadas com as suas divagações.

De forma divertida e curiosa o público é levado a embarcar numa aventura inesquecível pelos rituais do último adeus da carpideira. Mas neste dia algo inesperado toma lugar. Para onde vamos quando partimos? Será que podemos voltar para dar um último adeus?…

Com muita musicalidade e humor absurdo Dona Melódica Melancólica lança-se numa viagem para responder a estas questões!

Inspirada em obras e mitos da Antiguidade Clássica como Antígona de Sófocles ou o mito de Orfeu este espetáculo lança uma reflexão sobre  a fragilidade da humanidade e um dos grandes temas do ser humano: a morte.

 

“La Melodonna walks in as an cestral witch, carrying life and dead on her back. She is with us to celebrate Joao, who left us as air leaves a balloon. She is the ceremonial master to mourn and honour Joao, whwo probably was a better singer and more talented musician than she is.Although the ritual is simple, la Meladonna, seems to have quite alot of small technical problems. You are kindly invited to take part; her tears are honey for your soul. Moving, hilarious, absurd.”

Tom Roos

 

Ficha Artística

Com Eva Ribeiro

Encenação Tom Roos

Confeção figurino Arthur Dias

Fotografia Margarida Ribeiro

Vídeo Paulo Pinto

Ilustrações Alowies (www.alowies-art.be)

 

Gender: Clown/Comedy

’50 minutes

Specialist in melodramatic concerts Dona Melódica Melancolia brings us a clownesque operetta inspired by traditional children’s songs. With a great heart and a tragic vein, the protagonist laughs and laughs when she interprets surprisingly classic themes as “the balloon of the joão” or “I threw the stick to the cat”. From rituals and very peculiar gestures surrounds this cLoWnCerto in which from the song to the poem we enter the universe of this clown that  does not let the public sustain even a tear! of laugh of course!

with Eva Ribeiro

director Tom Roos

Costume making Arthur Dias

Photos Margarida Ribeiro

Video Paulo Pinto

drawings Alowies (www.alowies-art.be)